Cores, formas e texturas do Cariri Cearense inspiram a coleção de Isabela Capeto apresentada na São Paulo Fashion Week N43. O marcante trabalho artesanal da estilista agora se une a elementos da iconografia daquele considerado o Oásis do Sertão. A brasilidade do fazer a mão em detalhes, bordados e aviamentos resgatam a identidade local e levam o olhar para um passeio por sítios arqueológicos, casarios e fachadas, assim como pela cultura manufatureira.

DESFILE ISABELA CAPETO- BLOG-MADAME LILICA
Isabela Capeto investiga tradições, costumes e superstições desse Brasil de identidade plural, que vai das máscaras de cerâmica das Irmãs Candido à obra de Mestre Noza, o escultor de Padre Cícero. Um laboratório a céu aberto de heranças indígenas, africanas e ibéricas que dão uma atmosfera de magia e encantamento a sua roupa única e atemporal.

Silhuetas amplas dividiram espaço com as mais femininas, com fendas e cinturas marcadas, tendo uma combinação de diversos tons vibrantes na cartela de cores. Padronagens florais foram um dos destaques, assim como as estampas localizadas com referências da cultura local. Nos modelos longos, vale atentar para os trabalhos em crochê.

DESFILE-ISABELA-CAPETO-BLOG-MADAMELILICA

Como complemento, pulseiras, brincos e colares em banho dourado com aplicações de flores apareceram ao lado de acessórios inusitados na passarela: os guarda-chuvas estampados. Atente também para as bolsas em modelo saco, que recebem acabamentos artesanais e tons terrosos.

ISABELA-CAPETO-BLOG-MADAME-LILICA

E a estilista Isabela Capeto recebendo os aplausos após o desfile de sua coleção:

Isabela Capeto -SPFW - BLOG-MADAME LILICA

Material utilizados na confecção das peças:

Tecidos: Algodão, tule, lycra, couro e seda
Peças-chaves: Jaquetas, camisetões, vestidos longos e saias
Cores: Atanado, vermelho, rosa claro, café, marinho e preto

Fotos: Marcelo Soubhia / Agência Fotosite

16

Post por:

Veja esses posts também